Opinião Traficando informação

Sobre o bloco autonomista agredido em Fortaleza – CE

Compartilhe isso:

Sempre cobrimos os atos em São Paulo e no Rio de Janeiro com a maior coerência possível na difusão daquilo que vemos na rua e no front. Não seria agora que a gente deixaria de compartilhar tal cena deplorável, produzida por uma “direita envergonhada” (como diriam os zapatistas), mais conhecida como a esquerda institucional, totalmente fracionada em sua própria burocracia e órfã do Partido dos Trabalhadores ou até mesmo da própria esquerda revolucionária que não larga a mão do reformismo como proposta de luta contra o sistema.

No dia 13 de dezembro, como se fossem policiais militares, esta parcela da esquerda agrediu jovens anarquistas em um ato contra a PEC 55, em Fortaleza, capital do Ceará. Os autonomistas agredidos, que realmente combatem a repressão e lutam pela liberdade foram covardemente massacrados por uma direita encabulada que neste dia se tornou o jagunço do Estado. O bloco autonomista foi expulsou a socos e barras de ferro por integrantes da “Frente Povo Sem Medo”.

Aos anarquistas fica o nosso apoio, nossas mãos estão entrelaçadas às de vocês, estamos com os inimigos do rei, não vamos tolerar cenas fascistas da “Frente Povo Sem Medo” contra os anarquistas que não se colocam acima do povo, mas são o povo. O autoritarismo não passará, viva à liberdade.

Leia os relatos das agressões que estão reproduzidos no site da Rede Informações Anarquistas:

MTST: O povo sem medo de bater em anarquistas – Fortaleza 13.12.16

Confira abaixo o vídeo das agressões, divulgado pela página da Frente Autônoma  de Fortaleza:

Compartilhe isso:

Comente

Comentários

Powered by Facebook Comments