Política

Rio de Janeiro teve luta em dia de greve geral

Compartilhe isso:

Ontem (28), após a convocação de movimentos sociais, militantes autônomos e sindicatos para uma greve geral, milhares de pessoas tomaram as ruas do Rio de Janeiro. A Megafonia acompanhou a luta.

Depois de diversas ações pela manhã, com barricadas por toda a cidade, o ato principal se reuniu em frente à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ). Quando a população começava a se movimentar para caminhar pelas vias do centro, a Polícia Militar começou a repressão.

Bombas de gás e de efeito moral foram lançadas no meio das pessoas, idosos e crianças se intoxicavam com a fumaça enquanto a multidão se espalhava por todos os cantos. A resistência foi promovida principalmente pelos manifestantes autônomos que de forma combativa responderam aos ataques da PM com pedras e rojões. Barricadas foram feitas por todas as ruas do centro do Rio e confrontos diretos entre o povo e policiais militares aconteceram por toda a região.

A resistência durou até a noite, nesse período mais de 9 ônibus foram incendiados pela cidade, formando uma verdadeira poética da insurgência através da chamas que consumiam os veículos.

Foi possível lembrar de junho, lembrar de 2013 e toda aquela resistência que havíamos, como povo, deixado em algum lugar. Em todo o país houveram atos e paralisações, onde a PM também reprimiu os manifestantes, mas teve a resposta na resistência combativa das pessoas que foram às ruas para lutar por seus direitos.

Confira as fotos da luta que cobrimos no Rio de Janeiro. Imagens: Kauê Pallone/Megafonia:

megafonia 2 megafonia 3 megafonia 4 megafonia 5 megafonia 6 megafonia 7 megafonia 8 megafonia 9 megafonia 10 megafonia 11 Megafonia 12 megafonia 13 megafonia 14 megafonia 15 megafonia 16 megafonia 17 megafonia 18 megafonia 19 megafonia 20 megafonia 21 megafonia 22 megafonia 23 (23) megafonia 23 megafonia 24 megafonia 25 megafonia 26 megafonia 27 megafonia 29 megafonia 30 megafonia 31 megafonia 33;

Compartilhe isso:

Comente

Comentários

Powered by Facebook Comments